Make your own free website on Tripod.com

BÓIAS

Dentre os diversos tipos de peixes, podemos distinguí-los como espécies de meia água ou de fundo. Para a pesca de peixes de meia água é necessário algum artifício para que a isca possa se manter na profundidade necessária. A bóia tem importância fundamental nesta modalidade de pesca, pois a variação de temperatura, bem como a pressão atmosférica fazem com que os peixes de meia água mudem o seu comportamento e também a profundidade em que normalmente vivem.

Atualmente existem incontáveis modelos, tamanhos e cores de bóias, luminosas ou não, onde para o exercício da pesca utilizar desde o mais rudimentar ao mais sofisticado, o importante para o sucesso da pescaria é o equilíbrio do conjunto. Somente o tempo e a prática farão com que se escolha o modelo mais produtivo para sua pescaria.

Um modelo interessante é a bóia cevadeira, muito utilizada nos dias de hoje na captura de matrinchãs, pacus, piraputangas, tilápias e carpas. Neste tipo de bóia,   a ceva é colocada num copinho (como mostra a figura abaixo) e é feito um chicote entre 30 e 90 cm de comprimento. Deste modo, a medida que a ceva for se dissolvendo fará com que os peixes encostem. DICA: uma boa dica é a utilização de ração de guabi como ceva e a própria como isca (para utilizar a ração como isca basta mergulha-la por  3 segundos dentro da água e esperar por mais 10 minutos até que a água penetre na ração, umidecendo-a).