Make your own free website on Tripod.com

Fatores que afetam uma pescaria

Tudo foi programado com antecedência. O local escolhido levando-se em consideração as boas pescarias anteriormente realizadas ali e as excelentes estruturas favoráveis à pesca que apresenta. O equipamento balanceado e adequado às espécies do lugar. Dois ou mais tipos de iscas naturais, iscas artificiais comprovadamente matadoras e nada do peixe aparecer. Porquê?

A pesca é um esporte intimamente ligado à natureza e por isso fortemente influenciado por ela. Há fatores naturais que podem alterar por completo o comportamento dos peixes e em conseqüência o resultado de uma pescaria, e de nada adianta ao pescador recorrer a equipamentos e métodos quando uma determinada condição é desfavorável. A pressão atmosférica é um deles.

O dia pode estar magnífico, mas se a pressão estiver abaixo dos 1010 milibares a pescaria tende a ser fraca. A aproximação de uma frente fria, por exemplo, pode fazer com que a pressão caia, e um dia que começou bem, com ações do peixe, de repente se transforme num dia horrível.

Outros fatores desfavoráveis são o vento, a limpidez da água e sua temperatura. Muito vento e águas turvas também não ajudam, já mudanças na temperatura da água fazem com que o peixe mude de profundidade. É fato conhecido que existe na água uma camada chamada termo climal, de temperatura agradável para o peixe e onde eles ficam circulando.

Cabe ao pescador, no decorrer do dia, descobrir a que profundidade se localize esta camada, localizando assim o peixe. Porém, dependendo da espécie, não vai adiantar, pois algumas delas, quando a água esfria, se tornam menos ativas.

São aspectos como esses que fazem da pesca um esporte fascinante, pois nenhum dia ou pescaria é igual ao outro, sempre pondo a prova a capacidade, conhecimento e principalmente, paciência do pescador.